Integração ESG

Integração ESG é uma abordagem que adiciona a análise de critérios ESG  (Environmental, Social and Governance) à tradicional análise financeira de risco e retorno dos investimentos.

Há um crescente consenso de que essa abordagem permite uma compreensão mais completa sobre riscos e oportunidades futuros dos ativos.

Integrar critérios ESG não significa obrigatoriamente excluir ou incluir setores da economia nas opções de investimento, ainda que alguns gestores de fundos adotem essa política.

Variações da integração: Como integrar os critérios ESG é uma decisão de cada gestora de fundos ou fundo de pensão. Uma vez mapeados os fatores ESG das empresas do portfólio de investimentos, o gestor define uma política para aplicar esses filtros. É possível, por exemplo, atribuir um preço aos riscos e oportunidades identificados e incluí-lo na avaliação da empresa, melhorando ou piorando a atratividade do investimento.

O potencial da integração: A abordagem pode ser aplicada na maioria dos produtos financeiros, como ações listadas em bolsa, títulos de renda fixa e investimentos menos líquidos como private equity (em empresas de capital fechado), venture capital (capital de risco geralmente aplicado em startups) e real estate (mercado imobiliário). 

Voltar