Fram Capital leva térmica a carvão da Engie por R$ 325 milhões

Com tese de mobilizar capital para reduzir impacto socioambiental negativo da usina, gestora negociava ativo desde fevereiro

Compartilhar

A francesa Engie anunciou na noite de ontem a venda do complexo de usinas térmicas a carvão de Jorge Lacerda para a gestora Fram Capital, finalmente executando parte do seu plano de descarbonizar o portfólio de ativos no país. 

A gestora pagará até  R$ 325 milhões por 100% do ativo, que está localizado no município de Capivari de Baixo, no Sul de Santa Catarina — sendo R$ 210 milhões no ato  e R$ 115 milhões sujeitos a  determinadas condições previstas no contrato.

“A venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda possibilitará uma transição gradual para a economia da região Sul de Santa Catarina, reduzindo potenciais impactos socioeconômicos locais quando comparada a um processo de descontinuidade das operações”, disse Eduardo Sattamini, diretor-presidente da Engie Brasil Energia, em comunicado.

Caso não conseguisse vender a usina, a francesa tinha planos de descomissioná-la e encerrar suas atividades em 2025, o que ameaçava abrir uma crise social na região, onde cerca de 100 mil pessoas dependem economicamente das atividades da usina e da mineração de carvão que a abastece. 

Antiga e com tecnologias poluentes, seus contratos de fornecimento expiram em 2028, fatores que desde o começo dificultaram a equação para a negociação. A Engie colocou o ativo à venda pela primeira vez em 2017, sem sucesso, e retomou o processo neste ano.

A Fram negociava a usina em regime de exclusividade desde fevereiro, atraída pela possibilidade de mobilizar capital disposto a financiar uma solução que reduzisse o impacto socioambiental negativo de Jorge Lacerda, conforme mostrou o Reset.

Os cenários trabalhados pela gestora iam desde uma extensão do prazo de funcionamento da usina por dois anos adicionais para gerar recursos suficientes para pagar pela remediação ambiental do descomissionamento até sua transição para uma fonte de energia menos poluente.

A Fram foi fundada em 2007 por Henry Gonzalez, um ex-executivo do Santander, e tem como foco principal investimentos em private equity.

Depois de vender Jorge Lacerda, a Engie ainda tem pendente a negociação da térmica a carvão gaúcha de Pampa Sul para liquidar a promessa de limpar sua matriz de geração no país, que hoje já provém 90% de fontes renováveis. O plano faz parte de um compromisso global anunciado pela francesa em 2016. 

A venda de Jorge Lacerda ainda deve levar 60 dias para ser concluída.

Quer receber o Reset no seu e-mail? Inscreva-se

A melhor cobertura de negócios e finanças sustentáveis

Contribua com o Reset e ajude a construir a mudança.